Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘julho astrológico 2017’

*

Começamos a análise do mês de Julho relembrando a análise astrológica para o mês de Junho, onde podemos ler:

«Em Caranguejo, Mercúrio, remete as nossas preocupações e pensamento para os assuntos familiares, para a organização da nossa “casa”. (…) À escala colectiva, Caranguejo está associado à pátria e à nação. É importante cuidar e olhar para a nossa realidade interna de forma a organizar a nossa “casa”.»

Foi sem dúvida um mês de emoções fortes (Caranguejo) em que vivemos uma tragédia que destrui a casa e a vida pessoal (Caranguejo) de tantos e nos fez pensar porque é que todos os anos cometemos os mesmos erros com relação à nossa “casa” colectiva, o nosso país. Todos os anos teimamos em des-cuidar. Estávamos longe de imaginar que estas energias pudessem assumir estas formas concretas de manifestação.  Em contra-partida tivemos igualmente a oportunidade de perceber como temos Alma de cuidadores

Mas estas energias que nos ligam à pátria e à nação continuam fortes durante o mês de Julho. Queremos pertencer a algo, acreditamos que pertencemos a um lugar específico, nosso, a que chamamos casa. Começamos pela nossa casa “pessoal”, e podemos expandir essa Consciência até ao nosso País. O nosso povo, a nossa nação. E apesar de tudo, esta ainda é uma noção limitada de Família. É esta limitação que motivam tantas guerras e conflictos. Queremos preservar o que “é nosso”… E porque sim, é necessário Cuidar, devemos perguntar-nos o que é que queremos verdadeiramente preservar…

Sol mantém-se em Caranguejo até ao dia 22 de Julho, data em que ingressa no signo de Leão. Até transitar de signo faz quadratura a Júpiter em Balança trígono a Neptuno entre o dia 4 e 9 de Julho.  De 8 a 13 de Julho Sol em Caranguejo faz oposição a Plutão em Capricórnio. Durante este período, ocorre a 9 de Julho Lua Cheia em Capricórnio. A Lua faz conjunção a Plutão e transporta consigo neste fase do ciclo a simbologia do seu princípio (mais será desenvolvido aquando da Lua Cheia). Os desafios continuam, sendo que do dia 13 ao dia 17 o Sol faz quincuncio a Saturno ainda retrógrado em Sagitário quadratura a Úrano entre os dias 19 e 23Marte acompanha alguns dos trânsitos do Sol pelo signo de Caranguejo, em datas diferentes. Este é o signo em que Marte está em queda, dificultando a maturidade no uso da força individual. Amplia o instinto territorial e de defesa pelo ataque. Durante este posicionamento, Marte faz oposição a Plutão em Capricórnio de 1 a 6 de Julho, quincuncio a Saturno entre o dia 7 e 12 e quadratura a Úrano entre os dias 15 e 21. Estes são períodos susceptíveis a fortes conflictos. À escala global, porque o planeta é a nossa Família, confesso que estas energias podem ser preocupantes pela tensão que se criam entre si, e são coincidentes com a Cimeira dos G20 que acontece este dia 7 e 8 de Julho. Uma espécie de bomba reactiva, impulsiva, com dificuldade em compreender a consequência dos próprios actos e o impacto que isso terá no mundo. Tudo para “preservar” o que é nosso… Dificuldade de diálogo e de diplomacia que potencia excessos de autoridade. É importante compreendermos o que podemos fazer pela nossa casa universal, tomarmos consciência de como a gestão da casa de cada um afecta o resto do mundo, e conseguir encontrar um ponto de equilíbrio entre cada necessidade, tendo capacidade de autoanálise sem interpretar tudo de forma “pessoal”. Ainda na análise astrológica do mês de Junho foi feita referência a estas energias em Caranguejo,

«Mas se o excesso de sensibilidade faz com fechemos as nossas portas ao resto do mundo, estas energias podem expressar-se de forma separativa, conduzindo o pensamento a defender os interesses pessoais e nacionais em detrimento do bem colectivo. Isto potencia a activação de manifestações contra e em oposição às estruturas sociais, podendo ser um período de mais reboliço nas temáticas internacionais.»

Mercúrio ingressa em Leão a 6 de JulhoAinda no signo de Caranguejode 4 a 6 de Julho faz quadratura a Úrano em Carneiro. A tensão entre Mercúrio e Úrano apela à necessidade de pensar com o coração para poder efectuar mudanças conscientes, mas está igualmente presente a dificuldade entre produzir mudanças reais com ideias do passado ou querer espaço e liberdade sem pensar realmente no que é necessário fazer para que a mudança ocorra não só externamente mas internamente.  em Leão, faz sextil Vénus em Gémeos entre o dia 6 e 10, sêxtil Júpiter em Balança de 13 a 16 de Julho, trígono a Saturno em Sagitário de 18 a 21 e trígono a Úrano em Carneiro do dia 23 a 26. Sabemos que todos estes aspectos entre planetas estão interligados e dependentes da qualidade do trabalho realizado em cada um deles. Os efeitos deste ingresso de Mercúrio em Leão estão dependentes da passagem pelo signo de Caranguejo (no mínimo). Na melhor das hipóteses é a oportunidade de pensarmos de forma original e criativa, permitindo a expressão de uma comunicação mais autêntica e generosa, que contribua para a expansão do bem de todos, que expanda as nossas relações, que favoreça alianças e compromissos justos. Se pelo contrário, não nos libertámos da ideia do “clã” e pensamos apenas na nossa “fome de comer”, este pode ser o momento em que pensamos literalmente ainda como se tivéssemos “o rei (leão) na barriga (caranguejo) ”.

25 de Julho Mercúrio ingressa no signo de Virgem. Em domicílio, Mercúrio potencia a capacidade de análise e de organização. É uma fase de operacionalizar as novas ideias e lidar com os aspectos práticos necessários às mudanças. Pensarmos de forma objectiva, pragmática e com maior atenção nos detalhes.

No dia 5 de Julho Vénus ingressa no signo de Gémeos. Durante este trânsito, faz quadratura a Neptuno em Peixes de 16 a 20, entre o dia 17 e 21 faz trígono a Júpiter em Balança (regido por Vénus), oposição a Saturno em Sagitário de 23 a 27 de Julho e sextil Úrano em Carneiro a partir do dia 28 até ao final de Julho. Traz a proposta de dinamizar as relações de permitir flexibilidade com relação ao que esperamos dos outros de forma a valorizar mais o diálogo que o preconceito. O risco deste aspecto é a forte dispersão que pode atrasar a capacidade de estruturar o entendimento entre todas as partes e a dificuldade inicial em definir limites e hierarquizar prioridades para a distribuição dos nossos recursos.

Vénus ingressa em Caranguejo a 31 de Julho.

Já em Leão, entre os dias 22 e 31, o Sol encontra-se com Marte, no grau 1 deste signo, sendo este o período em que ocorre a Lua Nova em Leão (23 de Julho). Este novo ciclo de lunação transporta consigo a simbologia e os princípios de Marte. Este será um tema desenvolvido por altura da Lua Nova.

 

Bom trabalho para Julho.

*

© Ana Paula Pestana, All Rights Reserved | ap_pestana@hotmail.com

Read Full Post »

%d bloggers like this: