Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘lua nova capricórnio dezembro 2016’

lua-nova-capricornio-dez-2016

*

Lua Nova em Capricórnio | 29 Dezembro 2016 | grau 8 (7º59′) | conjunção Mercúrio retrógrado | sextil Marte e Neptuno.

Gosto sempre de relembrar que estes ciclos de lunação devem ser integrados na simbologia dos ciclos anteriores e dos restantes trânsitos planetários. Se formos um pouco atrás na sequência do Zodíaco podemos compreender melhor que a fase actual acrescenta significado às fases anteriores (signos). Focando-nos no principal objectivo da nossa vida na terra, o auto-aperfeiçoamento, regressemos um pouco até Virgem. Nesta etapa do desenvolvimento da Consciência as principais tarefas consistem em fazermos uma auto-análise e rastreio de todos os aspectos da nossa personalidade; em Balança colocamos em cada prato os aspectos negativos e os aspectos positivos; e em Escorpião enfrentamos esses aspectos negativos e aceitamos a sua transmutação para renascer com nova Identidade em Sagitário, com uma Consciência mais ampliada e com intenção de uma nova busca para esta nova Vida, a da Alma renascida em nós, no espaço em que “morreu” um pouco mais da personalidade. No ciclo anterior, referente à Lua Nova em Sagitário, tivemos a oportunidade de ampliar a nossa visão de, e sobre a vida. Tivemos que redireccionar para expandir, procurar significado por entre as crises para renascer com outra Identidade, uma mais sintonizada com o Sentido que queremos dar à nossa Vida, um período em que fomos convidados a viver a vida em Verdade (com tudo o que isso implica). E Verdade é igualmente algo importante de esclarecer, porque a principal verdade que devemos exigir é aquela que permite conhecer quem (verdadeiramente) somos. Sagitário precede Escorpião, por isso Essa Verdade inclui assumir os aspectos negativos da nossa personalidade e que, por conveniência pessoal, ocultamos da nossa Consciência. E tudo isto obviamente implicou o confronto com os nossos conflictos internos, e a entrega aos processos de transformação que o ciclo de Escorpião proporcionou (recomendo a leitura dos ciclos de lunação anteriores para permitir uma melhor integração desta nova lunação). Por fim, em Capricórnio, propo-mo-nos a fazer realmente o Caminho, aquele que nos leva ao aperfeiçoamento pessoal (Capricórnio faz trígono natural a Virgem).

Esta Lua Nova em Capricórnio traz-nos a oportunidade de testar as nossas teorias e visões. Teremos necessariamente que estar receptivos às limitações que surgem à nossa necessidade de expansão. Em Capricórnio o conhecimento pode ser transformado em sabedoria pela capacidade de darmos tempo ao tempo para reflectir sobre as circunstâncias e como as experiências acrescentam tanto ao nosso auto-conhecimento. É aqui que, ao percorrermos essa nova parte da montanha, na dureza do nosso próprio caminho, teremos que deixar para traz o que eram excessos e fazer as nossas escolhas em função do que a realidade nos impõem.

Este novo ciclo é a oportunidade para cristalizar novas formas de expressão, de introduzir nas nossas estruturas de vida novos conceitos, de ajustar a realidade das nossas vidas aos princípios que queremos seguir. Invocamos as intenções de responsabilidade, disciplina, seriedade para conseguirmos trazer ordem às nossas intenções e validar se aquilo que idealizámos no ciclo anterior se enquadra no sentido que o nosso caminho deve tomar. Por isso exige iniciativas práticas e a capacidade de endurance para lidar com as dificuldades e obstáculos que possam surgir.

Seremos pessoas de verdadeiro sucesso quanto maior for a nossa capacidade de superar os nossos medos, e que são essencialmente a nossa primeira barreira e obstáculo quando pretendemos lidar com a vida em perfeita honestidade. E a noção de Sucesso tem relação intima com A Verdade de que falámos anteriormente. A um nível mais profundo (o chamado desenvolvimento Espiritual), ter sucesso não significa ser melhor, o primeiro, por entre os demais, significa sermos melhores pessoas do que formos ontem, ante-ontem, na semana passada, no ano passado e ademais passado. Significa ter conseguido ultrapassar as nossas imperfeições individuais, aquelas que representam o verdadeiro obstáculo ao nosso Crescimento e Expansão do Amor em nós. E por isso mesmo é aqui, em Capricórnio, que somos forçados a lidar com a realidade das nossas limitações a esta Verdade que é o Amor. É aqui que desenvolvemos a Consciência Social e nos responsabilizamos por tudo o que na nossa vida acontece e é consequência das nossas escolhas, é aqui também que, depois de nos termos aperfeiçoado, desejamos contribuir para construir um mundo melhor. E a vontade por um mundo melhor é algo que devemos igualmente incluir nas nossas intenções neste Lua Nova.

Ao efectuar conjunção com Mercúrio (que iniciou movimento retrógrado no dia 19 de Dezembro) e sextil a Marte e Neptuno as propostas deste novo ciclo transportam consigo a simbologia destes contactos (ler Dezembro Astrológico para ampliar esta interpretação). Acompanha-nos neste novo ciclo, os conflictos comunicacionais e as opiniões que tomamos como certas sobre o funcionamento do mundo. Como precisamos de rever a forma como damos e recebemos informação. Os aspectos favoráveis que Saturno em Sagitário (regente de Capricórnio) estabelece com outros planetas sugerem uma harmonia entre disciplina (Capricórnio/Saturno), mente (Mercúrio) e significado (Sagitário). Representa a possibilidade de aproveitarmos este novo ciclo para não nos aprisionarmos nas ideologias, crenças e juízos de valor que limitam o nosso desenvolvimento, mas antes permitir uma mente que está aberta e atenta às circunstâncias e focada na aprendizagem que pode obter a partir das mesmas. E aprendizagem é aquilo que mais necessitamos nos Tempos de hoje, uma humanidade perdida na contra-informação, no diz que disse, no que prefere acreditar para manter vivos os seus “bichos-papão”, porque só assim olha menos para si própria e vive na ilusão de que o mal do mundo não é da sua conta…

«Disciplina não significa repressão ou controle, nem tão pouco a adaptação a uma ideologia ou modelo. Significa ter uma mente que vê “o que é” e aprende sobre “o que foi”.» 

Jiddu Krishnamurti

*

© Ana Paula Pestana, All Rights Reserved | ap_pestana@hotmail.com

Read Full Post »

%d bloggers like this: